O que mais cai em química no Enem

Confira os conteúdos mais cobrados em química no Enem com estudante de medicina aprovado 5x no Sisu, além de dicas de estudo e de como revisar na reta final


Pra quê saber os conteúdos mais cobrados em química?

Entramos na reta final, faltam menos de 60 dias para a prova. É pouco tempo, mas você pode aumentar E MUITO a sua nota. Saber exatamente o que mais cai em química no Enem, e como estudar cada matéria pode ser o diferencial pra você realizar seu sonho de estudar em uma Universidade Federal em 2021.

Depois de te mostrar as matérias que mais caem em química no Enem, vou te guiar sobre qual você deve começar a estudar ainda hoje, e também como estudar cada uma delas, usando a técnica que eu usei pra ser aprovado em medicina e 5x no SISU.

O que mais cai em química no Enem?

  • Química Orgânica, 21%
  • Química Ambiental, 16%
  • Inorgânica, 10%
  • Estequiometria, 9%
  • Eletroquímica, 8%
  • Termoquímica, 6%
  • Separação de Misturas, 6%
  • Ligações Químicas, 4%
  • Soluções, 4%
  • Atomística, 3%
  • Equilíbrio Químico, 3%
  • Radioatividade, 3%
  • Tabela Periódica, 2%
  • Bioquímica, 2%
  • Coligativas, 2%
  • Densidade, 1%
  • Cinética Química, 1%

Perceba que nos últimos 11 anos de exame, os 5 assuntos mais cobrados somaram mais de 60% de tudo mais cai em química no Enem, enquanto que os 5 menos cobrados não somaram nem sequer 10%.

Muitas pessoas me perguntam: “Gabriel, vale a pena focar apenas nos assuntos mais cobrados durante a reta final?”, e minha resposta sempre é “depende!“.

Ali em cima você viu que os 5 assuntos que mais caíram nos últimos 11 anos somaram 60% das questões de química da prova.

Mas o Enem é um exame dinâmico, que vêm se adaptando ano após ano. Não podemos esquecer que ele também sofre influência do momento político e social no qual o Brasil se encontra nos últimos anos. E é aí que está o SEGREDO!

O segredo pra estudar química na reta final para o Enem:

Sabendo que a prova muda ano após ano, realmente é difícil saber com precisão o que têm mais chance de cair.

Sabe quantas questões de Química Ambiental, que está em segundo lugar da lista, caíram na prova nos últimos 3 anos?

Chuta aí…

E quantas vezes caíram questões de Estequiometria desde 2017?

A resposta para essas duas perguntas é a mesma:

  • Caiu apenas 1 questão de cada um desses assuntos desde 2017!!

Analisando as últimas três provas de química do Enem, percebemos que esses dois assuntos ficaram de fora em duas delas! E isso muda completamente como você deverá estudar e revisar esses conteúdos.

E qual é o grande segredo, Gabriel?

A prova do Enem segue ciclos e muda de ano em ano, mas quando eu analisei a prova nos últimos 3 anos em busca dos conteúdos mais cobrados de química, foi possível perceber qual tendência ela iria seguir em 2020.

Ou seja, na reta final, o segredo é focar no que mais caiu nos últimos 3 anos (veja abaixo).

E a justificativa para isso é simples e serve tanto pra você que já estudou todos os conteúdos e está entrando na revisão, mas não sabe por onde começar, como também servirá para você que está começando sua jornada agora:

  • O que mais caiu nos últimos 3 anos terá mais chance de aparecer novamente no exame, simples assim!
  • A prova muda de um ano para o outro, mas costuma seguir dentro dos parâmetros ao analisar períodos de 3 anos!

É pura estatística e probabilidade! Aliás, também tem fundamentação lógica: a maior parte dos membros da banca do Inep permanecem no órgão por muito mais que 3 anos…

O que mais foi cobrado nos útimos 3 anos?

Agora você vai ver que a lista ficou um pouco diferente! Das 49 questões de química cobradas nos últimos três anos de exame, os conteúdos mais cobrados de química foram:

  • Química Orgânica, 12 questões (24%) -> 3 por ano.
  • Eletroquímica, 6 questões (12%) -> 2 por ano.
  • Atomística, 4 questões (8%) -> 1,33 por ano.
  • Ligações Químicas, 4 questões (8%) -> 1,33 por ano.
  • Inorgânica, 4 questões (8%) -> 1,33 por ano.
  • Termoquímica, 3 questões (6%) -> 1 por ano.

Essas 6 primeiras somaram 66% de tudo que caiu nos últimos 3 anos.

  • Tabela Periódica, 2 questões.
  • Soluções, 2 questões.
  • Equilíbrio Químico, 2 questões.
  • Separação de Misturas, 2 questões.
  • Matéria, 2 questões.
  • Densidade, 1 questão.
  • Cinética, 1 questão.
  • Radioatividade, 1 questão.
  • Química Ambiental, 1 questão.
  • Estequiometria, 1 questão.
  • Coligativas, 1 questão.
  • Bioquímica, 0 questões.

E é aqui que entra a estratégia que eu utilizei pra ter sucesso todas as vezes que prestei qualquer prova (seja da faculdade ou vestibular):

1) Focar nos conteúdos mais cobrados (e para isso, saber o que mais cai e fundamental);

e a segunda, que foi fundamental para eu ser aprovado em medicina e 5x no Sisu:

2) Estudar e revisar da única maneira que realmente funciona, de acordo com a neurociência

70% da prova de Química do Enem pra te dar um norte nessa reta final!

Química Orgânica (24%) – 3 questões por ano.

Eletroquímica (12%) – 2 questões por ano.

Atomística (8%) – 1,33 questões por ano.

Ligações Químicas (8%) – 1,33 questões por ano.

Inorgânica (8%) – 1,33 questões por ano.

Termoquímica (6%) – 1 questão por ano.

Separação de Misturas (4%) – 0,66 questões por ano.

Dica: Caso queira voltar em algum tópico da página mais facilmente, basta clicar no menu que ele volta direto para a seção do post escolhida!

Gabriel Delboni

Gabriel Delboni

Idealizador do Manual do Enem

Estudante de medicina e aprovado 5x no Sisu

Não perca tempo e veja também:

O que mais cai em biologia no Enem

Confira os conteúdos mais cobrados em biologia no Enem com estudante de medicina aprovado 5x no Sisu, além de dicas de estudo e de como revisar na reta final

O que mais cai em física no Enem

Confira os conteúdos mais cobrados em física no Enem com estudante de medicina aprovado 5x no Sisu, além de dicas de estudo e de como revisar na reta final